Estudo in silico do potencial de contaminação ambiental por pesticidas piretroides

  • Eliane Braga Ribeiro Programa de Doutorado em Biodiversidade e Biotecnologia da Amazônia Legal -UFMA
  • José Aparecido Granato Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais- UNITAU
  • Marcelo Santos Targa Universidade de Taubaté
  • Gilvanda Silva Nunes Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais- UNITAU

Resumo

Apesar dos benefícios para a agricultura moderna, no que se refere à redução de pragas e ao aumento da produção mundial de alimentos, o uso de pesticidas tem gerado diversos transtornos e problemas ambientais. Por essa razão, é importante conhecer o comprtamento ambiental e o destino dos princípios ativos corriqueiramente empregados na ptoteao das lavouras. No prsente estudo, nove inseticids piretroides foram avaliados, medante aplicação dos critérios do método GOSS para avaliação do risco de contaminação de águas superficiais e os critérios do índice de GUS - Groundwater Ubiquity Score, para análise do risco de contaminação de águas subterrâneas. Os resultados indicaram que os compostos selecionados podem se fixar principalmente às partículas do solo e do sedimento e, através do escoamento superficial, podem atingir o meio aquático. Uma vez nesse ambiente, podem depositar-se na região de fundo, entrar em contato com as espécies bentônicas e assim promover um paulatino processo de bioacumulação, colocando em risco não só tais organismos, como também a saúde humana, seja pela alimentação, seja pelo consumo da água contaminada.

Publicado
Jan 24, 2022
##submission.howToCite##
RIBEIRO, Eliane Braga et al. Estudo in silico do potencial de contaminação ambiental por pesticidas piretroides. Revista Técnica Ciências Ambientais, [S.l.], v. 5, n. 2, p. 1-10, jan. 2022. Disponível em: <http://agro.unitau.br/repositorio/index.php/rca/article/view/80>. Acesso em: 20 may 2022.