Contribuição ao estudo do mapeamento da capacidade de infiltração de água no solo na bacia hidrográfica

  • Luis Fernando Fantti Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais- UNITAU
  • Marcelo Santos Targa Universidade de Taubaté

Resumo

A escassez de água vem se acentuando nas últimas décadas no Brasil, podendo causar grande impacto para sociedade, desde com relação a disponibilidade e qualidade para consumo humano quanto para produção agrícola e industrial. Contudo, para se ter água nas nascentes, córregos e rios é necessário que a água proveniente da chuva, infiltre no solo. A infiltração de água no solo é um importante processo do ciclo hidrológico e pode ser influenciado por vários fatores, desde tipo de uso e ocupação do solo às propriedades físico-hídricas do solo e sua determinação deve ser realizada no campo e estimada por modelos matemáticos que podem ser empíricos ou teóricos. Modelar a infiltração é processo muito complexo e existem várias equações amplamente utilizadas tais como: Kostiakov, Kostiakov-Lewis, Horton, Holtan, Green e Ampt e Philip. O presente estudo propõe uma metodologia para identificar qual a capacidade de infiltração de água no solo sob cinco diferentes tipos de uso e ocupação de solo. O local do estudo proposto como exemplo é a bacia hidrográfica do Areal, afluente da bacia do rio Rio Una, em Taubaté, SP. Para identificar capacidade de infiltração de água no solo propõe-se realizar testes de infiltração em cinco diferentes tipos de uso e cobertura do solo: área com pasto (T1), área com floresta nativa densa (T2), área com floresta nativa degradada (T3), área com cultivo de eucalipto (T4) e área com cultivo agrícola (T5). Nestes tratamentos deve-se realizar pelo menos quatro repetições da determinação da capacidade de infiltração, e se propõe o uso do método de infiltrômetro de anéis concêntricos com leitura automática por um sistema sensor ultrassônico acoplado ao um microcontrolador Arduino, parametrizado para realizar leituras a cada 30 segundos. Recomenda-se para melhor parametrização o acompanhamento de leituras manuais a cada 1 minuto. Para a análise dos dados recomenda-se a regressão de Pearson, Análise de variância e teste Tukey ao nível de 5% de significância. Por meio dessas avaliações, será possível apresentar resultados com maior grau de confiabilidade e elaborar mapa de capacidade de infiltração na bacia hidrográfica.

Publicado
Dec 30, 2021
##submission.howToCite##
FANTTI, Luis Fernando; TARGA, Marcelo Santos. Contribuição ao estudo do mapeamento da capacidade de infiltração de água no solo na bacia hidrográfica. Revista Técnica Ciências Ambientais, [S.l.], v. 5, n. 2, p. 1-10, dec. 2021. Disponível em: <http://agro.unitau.br/repositorio/index.php/rca/article/view/79>. Acesso em: 20 may 2022.